Negócio fechado: o que fazer após comprar o imóvel?

A relação entre construtora e comprador de um imóvel não termina logo após as partes entrarem em acordo. Após ter o negócio fechado, a construtora inicia as etapas que oficializam a negociação.

Portanto, quer saber quais são as etapas e os custos envolvidos no pós-fechamento da compra de um imóvel? Confira neste artigo!

Negócio fechado: quais são as etapas após comprar um imóvel?

Efetuar a compra de um imóvel para morar ou investir exige conhecimento das etapas necessárias e quais serão os custos envolvidos além do valor do imóvel. Confira abaixo as etapas seguintes:

Emissão do Contrato de Compra e Venda

A emissão do contrato de compra e venda é o passo subsequente à negociação. É através do contrato que as partes são asseguradas do cumprimento do que foi acordado.

Geralmente, a assinatura do contrato é feita, presencialmente, com os representantes das duas partes. Entretanto, já é possível assinar o contrato de forma digital, através de uma plataforma confiável de assinaturas eletrônicas.

Além disso, juntamente com o contrato, a construtora disponibiliza o memorial descritivo do imóvel. Este documento descreve detalhadamente a unidade e, nos casos de empreendimentos ainda em construção, consta o que será entregue pela construtora.

Assinatura da Escritura Pública

Para realizar a emissão da escritura, é necessário pagar a Guia de ITBI, além de reunir as certidões que comprovam a isenção de débitos do imóvel e os documentos das partes.

Com a documentação aceita pelo Tabelionato de Notas, é realizada a assinatura da escritura do imóvel.

Entretanto, esta etapa só é necessária na compra do imóvel à vista. Nos casos de contratação de financiamento, o próprio contrato bancário já possui valor de escritura.

Registro no Cartório de Imóveis

O passo seguinte é entregar a escritura assinada no Cartório de Registro de Imóveis da cidade onde o empreendimento está localizado para que a devida transferência do imóvel seja feita ao novo proprietário.

E quais são os custos com a documentação?

Além dos valores do imóvel e financiamento, esteja atento aos custos abaixo para a documentação:

  • ITBI (Imposto de Transferência de Bens Imóveis): este imposto é recolhido antes da emissão da escritura pública e a guia é retirada na prefeitura da cidade onde está o imóvel. No geral, o imposto representa de 2% a 4% do valor do imóvel variando de cidade para cidade;
  • Escritura e Registro em Cartório: do mesmo modo, essas taxas também variam de acordo com o valor do imóvel e estado onde está localizado. Porém, quem está financiando o primeiro imóvel pelo sistema SFH, possui 50% de desconto garantido por lei;
  • Certidões: para realizar a emissão da escritura e, posteriormente, o registro em cartório, é necessário emitir algumas certidões que comprovam que o imóvel não possui débitos como IPTU e outras pendências com a Justiça.

Quais são as obrigações da construtora da vistoria até a entrega das chaves?

Geralmente, o proprietário realiza a vistoria do imóvel no mesmo dia que recebe as chaves. Este procedimento é fundamental para avaliar a qualidade dos acabamentos na unidade, bem como, nos espaços comuns do condomínio.

Com as vistorias realizadas e a documentação em ordem, é dado o momento de entregar as chaves. Nesta etapa, os proprietários assinam o Termo de Recebimento das Chaves e concordam com as condições avaliadas na vistoria do imóvel.

Além disso, a construtora também entrega o Manual do Proprietário com as orientações de conservação e manutenção da unidade privativa e das áreas comuns, bem como, a garantia dos materiais entregues pela construtora.

Está buscando um imóvel para morar ou investir? Entre em contato com a nossa Central de Vendas e conheça os empreendimentos comerciais e residenciais localizados nas melhores regiões da Grande Florianópolis e Tubarão.