O que analisar na primeira visita ao imóvel residencial?

Visita ao imóvel

Já imaginou comprar aquele apartamento lindo que você viu por fotos, assinar o contrato e na hora de se mudar, você descobre que o imóvel é bem diferente do que imaginou? Chato, né? É para evitar situações como essa que a visita ao imóvel é tão importante.

Mas, na prática, você sabe quais fatores precisam ser analisados nesse primeiro momento? Se ainda não, prepare seu check-list com as nossas dicas e aproveite!

Por que a visita ao imóvel é essencial?

Visitar o imóvel antes de comprar é a melhor forma de evitar possíveis transtornos com detalhes que não haviam sido notados antes do fechamento do negócio.

Um exemplo é a situação mencionada acima. Por meio da visita, você terá certeza de que o imóvel é realmente o que você viu por fotos ou vídeos na internet.

Fazer isso também possibilita que você conheça toda a região e consiga entender a movimentação do lugar, se é uma região com muito fluxo de carros e pessoas, e também garantir que o local é o ideal para sua família.

Por exemplo, se você tiver filhos pequenos, a visita ao imóvel possibilita que você observe a região e perceba que precisará de um cuidado maior ao transitar com eles pela rua.

Outra vantagem é que você poderá analisar o tamanho da planta do imóvel, o que pode ser difícil compreender por fotos, visto que as imagens não mostram todos os cômodos detalhadamente.

Quais fatores analisar durante a visita?

Claro que os principais fatores variam conforme suas necessidades e as da sua família. No entanto, é importante avaliar alguns pontos independente do que você imagina para sua nova moradia. São eles:

  1. Condições do imóvel

  2. Somente na visita que você vai conseguir analisar a real condição da estrutura do imóvel, pois poderá visualizar todos os detalhes.

    Essa regra também é válida para os empreendimentos novos, afinal, é na visita que você vai identificar como é o compromisso da construtora com a qualidade das unidades. Tanto dos materiais utilizados na construção, quanto dos acabamentos.

  3. Localização

  4. Esse fator também varia conforme a sua preferência em relação ao local onde pretende morar, por isso, a dica é ter em mente o que você espera da localização.

    Identifique se você procura um lugar movimentado ou mais tranquilo, com acesso facilitado para outras regiões da cidade e comércios para atender as necessidades básicas.

  5. Infraestrutura do empreendimento

  6. Aqui vale analisar todos os atributos do residencial, como as áreas de lazer, vagas de garagem, sistemas de segurança e outros recursos disponibilizados aos moradores. Avalie se tudo está de acordo com o que você espera e se atendem às suas necessidades.

  7. Vizinhança

  8. Este é mais um fator que você consegue analisar quando faz uma visita ao imóvel. Aproveite esse momento para conversar com os vizinhos e saber mais sobre o bairro. Os moradores mais antigos da região podem contribuir com informações valiosas.

  9. Comércio e serviços próximos

Independente de onde você vai morar, é essencial e muito prático ter uma rede de comércio e serviços que atenda as necessidades da família. Assim, você poderá resolver diversas situações do dia a dia perto de casa e, muitas vezes, sem ter que sair de carro.

Nesse sentido, avalie a região e verifique se há disponibilidade de serviços básicos, como supermercados, escolas, padarias, farmácias, posto de gasolina, entre outros.

Agora que você sabe como montar seu check-list de visita ao imóvel, que tal conhecer as oportunidades da Lumis Construtora e Urbanismo?

São diversos empreendimentos residenciais prontos ou em construção para você escolher o que mais se adapta às suas necessidades.

Além disso, você também pode acessar a biblioteca virtual do Grupo Lumis. Uma página com diversos conteúdos completos para quem procura as melhores regiões de Santa Catarina para investir ou morar.