Dicas para construir a sua piscina

Diante de um jardim espaçoso, a ideia de incluir uma piscina no ambiente é praticamente involuntária. Além de uma área de lazer para a família, a forma como é elaborado o projeto pode auxiliar na própria decoração. Por isso, cada detalhe deve ser bem analisado. Contando com a qualificação de um profissional para escolher as melhores possibilidades – e com as nossas dicas para construir a sua piscina! – é possível aproveitar o espaço e concluir a construção de forma segura, oferecendo ao espaço uma nova opção de diversão e descanso!

Confira 5 dicas para construir a sua piscina:

1. Escolha do local – O primeiro passo para construir uma piscina com segurança é por meio de uma análise do terreno. Conhecendo a topografia, as melhores escolhas do projeto podem ser definidas diante de desníveis do solo, aspectos arenosos e a presença ou não de raízes e tubulações. Por isso, consulte uma empresa de confiança antes de definir a melhor localização, sem esquecer de avaliar questões como a incidência do sol, sombra e vento.

2. Objetivos de uso – A estrutura da piscina depende principalmente da forma como ela será utilizada. Antes de pensar em profundidade, formato e tamanho, comece traçando o perfil dos moradores. Caso ela seja construída para fim esportivo, por exemplo, uma dimensão retangular pode resultar em mais benefícios aos usuários. Ao mesmo tempo, se a família contar com mais de 5 pessoas, é interessante investir em tamanho, para que ela possa ser também um local de interação.

3. Profundidade – Esse é um aspecto que faz toda a diferença no uso. Isso porque, uma piscina com variação de profundidade pode ser utilizada tanto para o esporte quanto para o lazer. Nesse caso, o ideal é projetar a parte mais rasa com cerca de 0,40m de altura, ideal para crianças ou descanso dos adultos, e cerca de 1,40m no local mais profundo, permitindo assim a prática da natação.

4. Complementos extras – Além de ser considerada uma estrutura de lazer, é possível propor a piscina também como parte da decoração. Para isso, é interessante investir em formatos diferenciados, complementando a sua estrutura com decks, cascatas ou área de hidromassagem. Uma iluminação bem planejada também pode fazer diferença, algo que possibilita o uso em qualquer horário e dá ainda mais destaque para a beleza do jardim.

5. Casa de máquinas – Assim como a piscina, é fundamental definir a melhor localização para a casa de máquinas, propondo um acesso facilitado durante a manutenção. Para isso é interessante agregá-la na decoração, utilizando a sua estrutura como uma cascata ou até mesmo, fundamento de um deck.

Em todas as etapas da construção é importante contar com um profissional qualificado para ter a garantia de uma piscina ideal e segura para a sua família. Além disso, durante o uso é preciso lembrar da manutenção regular, mantendo a água limpa e saudável para o banho. Com tudo pronto, só resta desfrutar de um bom banho! 😉