5 dicas infalíveis para fazer um bom negócio ao comprar um imóvel

Quem sonha em comprar um imóvel sabe que essa conquista pede planejamento e organização. É isso o que garante que a negociação será tranquila e de acordo com os planos que você tinha para um progresso tão importante.

Se você pretende adquirir seu imóvel, mas não sabe como concretizar a negociação da melhor forma, este post é para você. Vamos ajudar a planejar a compra do seu imóvel com muito mais tranquilidade. Confira 5 dicas para garantir uma negociação incrível!

1. Leia as notícias do mercado imobiliário

Quer fazer um bom negócio? Então, prepare-se para conhecer o mercado. Leia a respeito do momento econômico e confira as variações que impactam no preço dos imóveis.

Fique de olho quando surgirem notícias que tratem de INCC (Índice Nacional da Construção Civil), ICC (Índice de Confiança do Consumidor) e IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado). Não se esqueça, também, da taxa Selic, que norteia a economia com o índice básico de juros.

Procure saber como anda a procura por imóveis na sua região e onde você pretende comprar o apartamento tão sonhado.

2. Escolha o tipo de imóvel que atende às suas necessidades

É muito importante que você decida, junto aos outros moradores do imóvel, qual tipo de imóvel vocês precisam. Listem as prioridades da família, o número de quartos necessários, a melhor localização, se precisa de garagem, entre outros aspectos.

Lembre-se de que é preciso ser um pouco flexível para aumentar as chances de fazer um bom negócio ao comprar um imóvel. Se você não abre mão de morar próximo ao trabalho, mas a região conta com poucas opções de imóveis residenciais, veja onde é possível ceder.

Você pode procurar por imóveis no entorno e um pouco mais distantes ou abrir mão de um cômodo. A ideia, aqui, é ver como acomodar os moradores da melhor forma e fazer com que todos vivam com tranquilidade e sossego.

3. Defina o orçamento possível

Veja o quanto você pode investir na compra do imóvel. Você tem reservas financeiras? Pode contar com o saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)? Qual o valor máximo da parcela de financiamento? Quanto pode oferecer como entrada?

Tudo isso deve ser avaliado para que você tenha os valores à mão na hora de investir em uma propriedade. Faça a simulação do financiamento nos sites dos bancos e veja quanto da sua renda pode ser comprometida por mês. Isso vai nortear você a respeito dos imóveis possíveis dentro da sua realidade.

4. Pesquise as opções disponíveis

Agora que você já sabe quais são suas possibilidades, é hora de pesquisar as oportunidades disponíveis. Você pode visitar os sites das construtoras e conhecer de perto o trabalho dessas empresas.

Construtoras estão sempre lançando novos empreendimentos e podem ter um que se encaixe ao que você planejou.

Se não tiver pressa, pesquise apartamentos na planta ou terrenos para construir. São opções que valorizam com o tempo e permitem a total personalização da construção da sua moradia.

Não deixe de visitar os empreendimentos para visualizar as oportunidades de forma mais fiel. Também é importante pesquisar a respeito do potencial de mercado da região onde você quer morar pelos próximos cinco anos. Esse é um aspecto que valoriza sua compra.

5. Busque ajuda de um corretor de imóvel

Quer garantir ainda mais satisfação e experiência de compra? Busque um corretor de imóveis. Profissionais que atuam em organizações idôneas estão preparados para atender às suas necessidades e entendem do mercado imobiliário. Com isso, você investe e sabe pelo que está pagando. E o melhor: da forma mais segura possível.

Agora que você já sabe no que ficar de olho na hora de comprar um imóvel, não deixe de baixar nosso e-book com um checklist completo do que você deve observar antes de comprar um apartamento!