Caixa tem opções de crédito para financiar terrenos e materiais de construção

Construir a casa própria é um sonho a ser realizado por muitos brasileiros. Morar em um imóvel totalmente planejado para as necessidades específicas de sua família é, de fato, uma conquista. Mas, antes de pensar no projeto da moradia, é preciso dar o primeiro passo, adquirindo o terreno onde este sonho será construído. Na hora de procurar um local ideal para fazer este investimento, que, lembre-se, é um projeto de vida a longo prazo, é preciso checar uma série de variáveis, que vão nortear sua compra.

Um dos pontos mais importantes no início dessa jornada, é encontrar uma empresa urbanizadora de confiança. Conhecendo a empresa, a qualidade dos empreendimentos já entregues e sua história, você terá mais segurança na compra e, em muitos casos, maior facilidade na hora de conseguir financiamento para o seu terreno. Outro fator que deve ser considerado no momento de escolha é a localização do terreno. Acessibilidade, mobilidade e perspectiva de crescimento são itens essenciais para que você e sua família tenham o conforto necessário desde os primeiros dias na casa nova.

Além desses aspectos, existem outros, igualmente importantes, que devem ser considerados e conhecidos antes de comprar um terreno. Para saber todos eles, faça o download do checklist que preparamos com tudo o que é essencial para fazer um bom negócio. Clique aqui e faça o download.

Após a verificação de todos os itens e decidido onde será sua próxima moradia, é chegada a hora de escolher uma forma de pagamento. Você pode optar pelo pagamento à vista e negociar descontos, financiar diretamente com a empresa urbanizadora ou optar por uma instituição financeira.

Financiamento do terreno e construção pela Caixa

O financiamento da Caixa é feito para terrenos com escritura pública e com projeto de construção de imóvel residencial. Nessa modalidade é possível financiar até 90% do valor do terreno, com até 35 anos para pagar. Nessa categoria de financiamento é possível utilizar o FGTS como parte do pagamento, que é feito pelo Sistema Financeiro de Habitação e tem como garantia a alienação fiduciária. A taxa de juros é de 5 a 8,16% ao ano e há um limite de comprometimento de 30% do valor da renda familiar bruta para definir o valor da prestação.

Entre as principais vantagens do financiamento pela Caixa está o prazo, que você pode adequar a sua realidade; o valor da entrada, que pode ser de apenas 10% do valor do financiamento; e a comodidade de usar o seu FGTS para o abatimento do saldo devedor ao longo do financiamento. No site da instituição há um simulador, que auxilia os clientes a descobrirem quais as melhores opções para o valor do terreno desejado.

Para incluir o valor da construção do imóvel na negociação você terá que, obrigatoriamente, ter um projeto de imóvel residencial na hora de solicitar o seu financiamento. O projeto será analisado pela Caixa e sendo aprovado, os valores são liberados por etapas. Uma das vantagens desta categoria de financiamento, é que o dinheiro pode ser utilizado para o pagamento de mão de obra e de materiais de construção. A cada etapa concluída, novos valores são liberados, tudo com a supervisão da equipe de engenharia da Caixa.

O financiamento pela Caixa é seguro e uma ótima opção para a aquisição de terrenos com a finalidade da construção de moradia. Cada cliente tem um perfil único e é muito importante procurar um correspondente Caixa Aqui para tirar todas as dúvidas e auxiliar no processo de contratação do financiamento.

Construcard

A Caixa também possui outra opção de crédito para financiar a construção do imóvel, o Construcard. Este cartão permite que você adquira materiais de construção em lojas conveniadas com a Caixa em todo o Brasil. Após a contratação e recebimento do cartão, você terá até 6 meses para comprar tudo o que precisa para a obra.

O financiamento através do Construcard passa por duas fases: utilização e amortização. Durante a fase inicial, na qual você compra os materiais necessários para construir, você paga somente os juros dos valores utilizados. Em um segundo momento acontece a amortização do saldo devedor, que pode variar entre 1 e 240 meses. Essa etapa tem início apenas ao fim do prazo definido para as compras.

O Construcard pode ser utilizado durante o financiamento do terreno, desde que sua parcela de financiamento não exceda o limite de 30% da renda familiar bruta. As taxas de juros são a partir de 2,5% com a apresentação de garantia de alienação de bem imóvel e os prazos para quitação são de até 240 meses. Vale lembrar que o Construcard não pode ser utilizado para o pagamento de mão de obra, tendo em vista que a rede de lojas conveniadas são apenas de materiais de construção.

Financiamento de materiais de construção por outros bancos

O Banco do Brasil possui uma linha de crédito para a compra de materiais de construção e móveis planejados. A instituição oferece uma lista de fornecedores conveniados que permitem o pagamento em até 54 vezes, com 180 dias para começar a pagar e financiamento de até R$ 50 mil. Em outros estabelecimentos é possível comprar com prazo de 48 vezes e carência de 59 dias em compras de até R$ 10 mil. Para mais informações sobre esta categoria de financiamento e simulador, clique aqui.

O Bradesco também oferece uma opção de crédito para a aquisição de materiais de construção. O banco está conveniado a Associação Nacional dos Comerciantes dos Materiais de Construção, com uma ampla rede de fornecedores, e permite financiamento em até 48 vezes. Para mais informações sobre condições de pagamento, clique aqui.