Bairro Sertão do Maruim, em São José, está atraindo empresas do ramo imobiliário

O bairro Sertão do Maruim, em São José, nunca mais foi o mesmo depois do anúncio da construção do Contorno Viário. Especialmente a rodovia estadual SC-281 (antiga SC-407), uma das mais importantes de acesso à serra catarinense. Ela inicia em São José e dá acesso aos municípios de São Pedro de Alcântara, Angelina, Rancho Queimado (onde se cruza com a BR-282), Anitápolis e Santa Rosa de Lima. Quando pronto, o Contorno Viário dará vazão ao trânsito da BR-101 e irá valorizar ainda mais o bairro Sertão do Maruim.

Aliás, quem não transita pelo bairro nos últimos cinco anos, não o reconhece mais. Na memória, deve lembrar da estrada com o velho paralelepípedo (e trechos com estrada de chão), a unidade da Eletrosul, o Campus da Univali e o Aeroclube de Santa Catarina. O bairro avançou. As obras do Contorno Viário mudaram a paisagem. Especialmente, os 16 primeiros quilômetros adentro da BR-101, pela entrada do Continente Park Shopping. Esse trecho foi duplicado e recebeu asfalto, ponte e sinalização.

A área industrial deste bairro em São José também evoluiu. Empresas como C-Pack e Intelbras mantêm unidades e geram emprego e renda. A Intelbras, inclusive, está ampliando sua estrutura. Outra grande aposta foi realizada pelo Grupo Almeida Junior, em 2012, quando fundou o maior shopping de Santa Catarina, às margens da BR-101. O Continente Park shopping ostenta números importantes: são 44,9 mil m² de área locável, 218 lojas com 23 âncoras/megalojas; 8 salas de cinema; 36 restaurantes; estacionamento com 2.200 vagas e fluxo anual de 2,3 milhões de veículos.

Não à toa outras empresas vem investindo no Sertão do Maruim. Em outubro deste ano, o empresário Sandro Petry anunciou a criação da Arena Petry. O projeto é ambicioso. O espaço multiuso será a maior estrutura para eventos no Estado. Quando pronto, a Arena terá 22,9 mil m² de área construída e capacidade para 17,5 mil pessoas. A previsão de entrega é para o primeiro semestre de 2018.

Loteamentos estão em alta no bairro. Muitas incorporadoras e loteadoras perceberam a dimensão que o bairro está ganhando e estão investindo. Uma dessas empresas é a Costa Sul Urbanismo, especializada em loteamentos residenciais e comerciais. Ela está construindo seu segundo loteamento, já que o primeiro – Portal da Colina – foi um sucesso de vendas e entrega. O segundo, Vista da Pedra, também vem surpreendendo. Em apenas 4 meses do lançamento (em abril), a empresa registrou 50% das vendas e hoje já alcança a marca de 80%, meta planejada para o primeiro semestre de 2017, como aponta Luana Schmitt dos Santos Puel, diretora geral da empresa: “Ao realizar pesquisas, identificamos que as pessoas buscam por locais seguros e estruturados. Com base nesses fatores, e também sabendo do crescimento do bairro e do sucesso de nossa primeira experiência, decidimos continuar investindo”.

Entre os fatores do sucesso comercial da empresa podem estar diretamente ligado a facilidade na negociação e financiamento direto com a loteadora. De olho no crescimento do bairro, a empresa traçou uma estratégia diferenciada. O projeto do empreendimento prevê uma área comercial antes da entrada do pórtico principal, de acesso interno ao loteamento. Treze lotes foram destinados ao comércio, com o objetivo de dar subsídio e valorização ao bairro e clientes. “Foi uma forma de propor estrutura aos futuros moradores, especialmente, aqueles que querem investir em comércios locais, como postos de gasolinas, mercados, farmácias etc. Itens necessários para a evolução do bairro”, ressalta Luana. Dos treze lotes, ainda restam apenas 4 unidades à venda, com aproximadamente 1 mil m² de área cada.

Com uma área global de mais 153 mil m² (sendo mais de 27 mil m² de área verde e mais de 19 mil m² de preservação permanente), o empreendimento é composto por 184 lotes – residenciais e comerciais -, com tamanhos que variam de 360 m² à 1.060 m². O projeto, com previsão de entrega em 2018, terá guarita, muros e monitoramento 24 horas em parceria com a empresa Khronos (com administração da associação dos moradores). O empreendimento está bem localizado: a 1km do Contorno Viário; a 4,8km da BR-101 e do Continente Park Shopping; a 8km do Centro de São José; e a 14,5 km de Florianópolis – e também prevê 10 áreas de lazer e qualidade de vida.

Empresas dos setor da construção civil têm se beneficiado da evolução do bairro para atrair compradores e investidores, especialmente, àqueles que pretendem abrir novos postos de trabalho em empresas que querem se instalar na região, ou ainda quem pretende investir em comércios como bancos e lotéricas – necessidades já registradas pelos moradores através da associação dos moradores do bairro.

Texto: Halo Comunicação | Assessoria de Imprensa