5 dúvidas sobre compra de imóveis que quase todo mundo tem

Na hora de comprar um imóvel, por mais que você já tenha experiência no assunto, é comum surgirem algumas dúvidas. O mercado imobiliário está sujeito às oscilações econômicas, o que faz com que as condições mudem a todo momento.

As respostas a algumas perguntas frequentes para corretores de imóveis podem ajudar a sanar possíveis questões e a fornecer aquela sensação de ter feito um bom negócio.

Para eliminar todas as dúvidas sobre compra de imóveis, preparamos este post com o que você precisa saber para sentir segurança na tomada de decisão de compra. Continue a leitura!

1. Como funcionam as formas de pagamento?

As principais formas de pagamento de um imóvel são à vista, financiamentos e consórcios. Os financiamentos podem ser feitos diretamente com as construtoras, que normalmente oferecem juros mais baixos e facilidades no pagamento da entrada, ou em bancos privados, à escolha do comprador.

Existem, ainda, os programas do governo, que, além de oferecerem financiamentos com juros mais baixos, ainda subsidiam parte do pagamento, como o Minha Casa Minha Vida. Porém, eles só estão disponíveis para famílias com rendas de até R$9.000.

Por fim, pode-se também contar com os consórcios. Dependendo do prazo, você pode demorar muito a receber a carta de crédito se não for sorteado ou não tiver dinheiro suficiente para dar um lance logo no início. Na teoria, os consórcios não cobram juros, apenas taxa de administração.

2. Como escolher entre um imóvel pronto ou na planta?

Não existe uma opção boa ou ruim, mas a que melhor se adapta às suas necessidades. Se você prefere fazer um investimento com mais facilidade de pagamento e dispõe de tempo para esperar o imóvel ficar pronto, sua opção é o apartamento na planta.

Esses imóveis geralmente estão sendo construídos em bairros ainda em desenvolvimento e têm grande potencial de valorização. Os empreendimentos costumam ser mais modernos e contam com condomínios mais completos em termos de segurança e áreas de lazer.

Os imoveis prontos oferecem como vantagem a disponibilidade para a mudança imediata, desse modo, se você tem pressa para morar no seu novo apartamento, essa é a escolha mais adequada para você.

3. Imóvel é investimento?

Pode-se dizer que sim. Em condições normais, você pode comprar imóveis desvalorizados, reformá-los e vendê-los com algum lucro. Além disso, muitas pessoas optam por adquirir imóveis na planta, que costumam ter condições de financiamento mais facilitadas, e passá-los adiante quando as chaves forem entregues e eles estiverem mais valorizados. Também é possível comprar imóveis para aluguel, tanto anual quanto para temporada, dependendo da localização.

4. Quais cuidados devem ser tomados?

Se você está pensando em um imóvel novo ou na planta, procure conhecer o portfólio da construtora, converse com corretores e visite os empreendimentos. Adquirir um imóvel é mais fácil do que se imagina, basta apenas ter em mente uma construtora de confiança e conhecedora do mercado imobiliário.

5. É permitido usar o FGTS?

Para usar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço como parte de pagamento de um imóvel, é preciso ter trabalhado ao menos três anos com carteira assinada, mesmo que interruptamente. Além disso, o comprador não pode ter outro imóvel em seu nome, o bem precisa estar dentro de um valor preestabelecido pela instituição financiadora e precisa ser necessariamente residencial e estar localizado em área urbana.

Mesmo que você já não tenha dúvidas sobre compra de imóveis, vale destacar que é muito importante escolher uma boa construtora para fechar negócio. O Grupo Lumis é capaz de eliminar todas as suas dúvidas na hora de comprar um imóvel.

Gostou deste post? Então entre em contato conosco agora mesmo para que possamos ajudar a tomar a melhor decisão de compra.